Curso Técnico de Enfermagem

Proposta Pedagógica

Nosso objetivo é proporcionar ao aluno conhecimentos teóricos, científicos e práticos necessários à formação profissional e que os habilitem a exercer a atividade profissional com vistas à atuação junto à realidade vivenciada, o que se concretizará através da oferta de um ensino que possibilite o aproveitamento de  experiências anteriores e que correspondam ao perfil profissional ao qual a Escola de Enfermagem da Santa Casa se propõe.

O currículo contempla as competências profissionais gerais da área de saúde e as específicas do Curso Técnico de Enfermagem, em função do perfil profissional de conclusão, proporcionando aos nossos alunos experiências, conhecimentos, habilidades e valores em níveis crescentes de complexidade.

A organização curricular da habilitação profissional de Técnico em Enfermagem terá como alicerce na estruturação de seu currículo as bases tecnológicas, científicas e instrumentais (sendo que as duas últimas estabelecem uma relação específica entre o ensino médio e a educação profissional)

O Curso Técnico de Enfermagem será organizado em quatro Módulos Curriculares constituídos da seguinte forma :

Módulo I

Instrumental, Tecnológica e Científica

Carga horária de
384 horas

Módulo II

Base Tecnológica e Científica.

Carga horária de 416 horas

Módulo III

Base Tecnológica e Científica

Carga horária de 400 horas

Módulo IV

Estágio Supervisionado

Carga horária de 600 horas

Assim, o Curso possui um total de 1.800 horas.

As bases instrumentais são as ferramentas relacionadas ao repertório de linguagens e códigos, que constituem os insumos básicos para o desenvolvimento das competências requisitadas pelas atividades do profissional da área da saúde.

As bases tecnológicas dão suporte às competências profissionais, sendo consideradas como um conjunto sistematizado de conceitos, princípios e processos tecnológicos resultantes, em geral, na aplicação de conhecimentos científicos ao processo de trabalho da área.

As bases científicas são os conceitos e princípios das Ciências da Natureza, da Matemática e
das Ciências Humanas.

 

ESTÁGIO

A prática profissional e o Estágio Supervisionado têm por finalidade proporcionar o aprimoramento profissional do aluno, oferecendo lhe o exercício dos conhecimentos adquiridos nos Módulos Curriculares anteriores, e estão incluídos na carga horária mínima do curso.

O Estágio Supervisionado

Possui carga horária de 600 horas (frequência 100%).

É planejado e orientado nas dependências da Santa Casa de Misericórdia CTI’S Centro Cirúrgico, Central de Material Esterilizado, Maternidade, Emergência, Enfermaria Clínica, Ortopedia, Pediatria, Endoscopia, Laboratório, Transplante Renal e outros setores) pela Direção da Escola e equipe de Preceptores (enfermeiros licenciados e habilitados, devidamente registrados no Conselho Regional de Enfermagem COREN e indicados pela Direção).

Durante o Estágio, o aluno deverá realizar 280 procedimentos obrigatórios, sendo acompanhado dos preceptores Após a realização destes, o preceptor responsável dará o parecer de aceitação do estágio, sendo assinado pela Direção.

Para que o aluno seja considerado habilitado, ele deverá alcançar o desempenho de 60 em todas as habilidades propostas para cada setor, sendo que lhe será oferecida uma nova oportunidade de retornar ao setor para estagiar, através de um cronograma específico.

 

Prova Prática

Antes da realização da Prova Prática, os estagiários apresentarão um trabalho de finalização de curso para o Preceptor de Aprofundamento ou profissional habilitado sobre um tema abordado durante o desenvolvimento das aulas teóricas e aplicado no Estágio, tendo como objetivo o
aperfeiçoamento dos conhecimentos adquiridos.

Os temas dos trabalhos serão sorteados.

Também serão realizados ao final do Estágio, o Estudo Revisional, o Simulado para a Prova Prática
e o Estudo Dirigido.

A Prova Prática é realizada após o estagiário completar todas as etapas do Estágio Supervisionado, e é constituída por uma avaliação que abrange conhecimentos teóricos e práticos, incluindo também as competências de técnicas realizadas diariamente nos hospitais Ela será aplicada por um profissional habilitado, indicado pela direção, sendo o aluno informado, antecipadamente, sobre o dia, hora e local de sua aplicação